Sabin visita Núcleo de Práticas Jurídicas da Barão e Mauá

No dia 15 de abril, os alunos do Ensino Médio e Pré-Vestibular do Liceu Albert Sabin, acompanhados pelo professor Cláudio Paris (Magrão), estiveram no Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ) do Centro Universitário Barão de Mauá. A visita faz parte das atividades do Projeto Futuro Advogado, que tem a proposta de aproximar os interessados na carreira jurídica com o cotidiano de estudantes, professores e profissionais atuantes na área.

Segundo o professor Magrão, durante a visita, os alunos do Sabin participaram de um bate-papo com o coordenador do curso de Direito da Barão de Mauá, Prof. Dr. Lucas Lehfeld, os docentes e as profissionais do NPJ - as advogadas Dr.ª Keila Sanches e Dr.ª Lucimara dos Santos, responsáveis pelos convênios do NPJ com a Defensoria Pública e com o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSC).

“Os participantes do Futuro Advogado receberam informações relevantes sobre como ocorre o trabalho dos profissionais envolvidos e enfatizaram que os assistidos pelo NPJ não precisam pagar. Eles também conheceram vários casos que demonstram a excelência do Curso de Direito da Barão de Mauá. Os alunos do Sabin ainda esclareceram dúvidas e compartilharam o desejo de seguir em frente nos estudos da área jurídica ao ingressar no Ensino Superior”, comenta Magrão.

O coordenador do Curso de Direito da Barão de Mauá também relata sobre as atividades realizadas com os alunos do Sabin. “Os visitantes tiveram a oportunidade de saber sobre as inovações no Direito, na advocacia e nas carreiras jurídicas, e ainda puderam acompanhar a assistência judiciária realizada pelo NPJ, com a efetiva participação dos alunos do curso de Direito da Barão no atendimento à comunidade de Ribeirão Preto e região. Prática jurídica na real”, finaliza Lucas Lehfeld.

Postada em 02/05/2024 por Rogéria Carla Gamba Garcia
Jornalista: Rogéria Garcia
Contato Assessoria de Imprensa: (16) 3968-3890
Notícias
13 maio 2024

Com final prevista para outubro, tradicional competição de futsal é disputada por dez equipes neste ano